Archive | Resto do mundo

RSS feed for this section

Ex-embaixador britânico: “O Mossad falsificou provas do ataque químico em Síria”

Craig John Murray, ex-embaixador britânico e ativista político, escreveu no seu blog oficial que o “Mossad (serviço secreto israelense) falsificou as provas sobre o ataque químico do passado dia 21 de agosto”, apresentadas pelo secretário de Estado dos EUA John Kerry.

Murray afirmou que as declarações de Kerry sobre as intercepções de comunicações das chefias militares do Exército da nação árabe carecem de solidez.

Afirma Murray que os Estados Unidos da América não dispõem na zona ( Próximo-Oriente) de instalações equipadas como o centro de Troodos, em Chipre, propriedade do GCHQ (serviço de inteligência britânico), o que condiciona os altos níveis de cooperação entre a CIA e o MI6.

Mossad falsificou provas ataque quimico em Siria Continue Reading →

Eli Ferzli: ‘Israel tenta erradicar os cristãos do Médio-Oriente’

“O regime sionista de Israel tenta erradicar o cristianismo e os cristãos no Médio-Oriente, declarou este sábado o ex vice-presidente do parlamento líbio, Eli Ferzli, ao referir-se aos diversos ataques que essa religião tem vindo a ser vítima por parte de grupos terroristas financiados por Israel e USA em Síria.

Integrantes do grupo terrorista Frente Al-Nusra, vinculado a Al-Qaeda, atacaram na passada quarta-feira a aldeia cristã de Ma’loula, situada a cerca de 70 quilômetros de Damasco, capital desse país árabe.

Eli Ferzli Continue Reading →

Ataque de “falsa bandeira”: Israel por detrás do conflito em Síria

A queda do governo do presidente da Síria, Basahr al-Asad, beneficia os interesses do regime de Israel, por isso o governo israelense faz todos os possíveis por acender as chamas do conflito no país árabe, segundo declarações prestadas em 26 de agosto, pelo ex-funcionário da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA),  Wayne Madsen.

De acordo com este ex-funcionário, o regime de Telavive, não teme que o grupo terrorista Al-Qaeda tome o controle desta nação, dado que este grupo serviria os interesses do regime sionista.

Madsen acrescentou que “os sauditas, Al-Qaeda, EUA, Reino Unido, França, Alemanha e israelenses” formaram uma aliança para uma possível intervenção militar em Síria.

Wayne Madsen

Continue Reading →

Stephen Hawking junta-se ao boicote acadêmico contra Israel

O distinto cientista britânico Stephen Hawking juntou-se ao “boicote acadêmico” contra o regime sionista de Israel, ao negar-se a assistir a uma conferência organizada pelo presidente desse país, Shimon Peres.

O destacado professor da Universidade de Cambridge (Reino Unido) decidiu não participar na conferência, que se realizará de 18 a 20 de junho.

Hawking não anunciou publicamente a sua decisão, mas o Comité Britânico para as Universidades de Palestina informou que o cientista escreveu uma breve carta a Shimon Peres para informá-lo de a mudou de opinião sobre a participação na conferência em virtude do modo como o regime sionista trata os palestinos (pt, palestinianos).

Stephen Hawking

“Foi uma decisão independente, de respeitar o boicote, tendo como base o seu conhecimento da situação na Palestina, e por conselho unânime dos seus próprios contatos acadêmicos daí”, declarou o citado comité. Continue Reading →

Rede terrorista do MOSSAD desmantelado no Irã.

Os Serviços de Inteligência da República Islâmica do Irã (pt, Irão) informaram hoje sobre a detenção de membros de uma rede terrorista do MOSSAD, pertencente ao regime sionista.

Graças aos esforços e seguimentos nocturnos realizados pelas forças de Inteligência iranianas, foi possível descobrir uma das maiores redes terroristas e de sabotagem do regime israelense (pt, israelita), além de identificar alguns dos seus núcleos operacionais. Continue Reading →

Günter Grass, prémio Nobel da literatura, ataca Israel com versos.

O escritor alemão e galardoado com o prémio Nobel da Literatura Günter Grass qualificou o estado sionista de Israel como uma ameaça para a paz mundial num poema intitulado O que há que dizer.

“Não continuarei calado pois estou farto da hipocrisia do Ocidente”, diz um dos versos da obra de Günter Grass, publicado no diário alemão Süddeutsche Zeitung.

Continue Reading →

Israel: fantasias e realidades.

O primeiro-ministro do estado sionista, Benjamin Netanyahu, visitou os Estados Unidos em princípios de março de 2012. Declarou, uma vez mais, que um Irã (pt. Irão) com energia nuclear implicaria uma ameaça existencial para Israel, para além de que Israel se reservaria o direito de, no momento apropriado, tomar acções para combater isso.

O presidente Obama expressou, com vigor equivalente, que concordava, que um Irã (pt, Irão) nuclear implicaria uma ameaça existencial para Israel e que os Estados Unidos não aceitariam isso, mas que a sincronia proposta por Netanyahu não era correcta. As acções não militares contra Irã deveriam primeiro esgotarem-se antes de pensar em outras acções. Continue Reading →

A agência sionista de inteligência Mossad patrocina o grupo terrorista MKO.

 A agência de Inteligência do regime sionista israelense (pt, israelita), o Mossad, financia a banda terrorista Muyahedin-e Jalgh (MKO) a troca de atentados realizados contra a nação iraniana, declarou Richard Silverstein, analista político norte-americano.

O especialista afirmou que o MKO paga aos serviços norte-americanos para obter o seu apoio e para que falem em seu nome. O dinheiro provêm do Mossad, sob a condição sine qua non de o MKO executar atentados contra o povo e governo iraniano.
 
Se quem recebe o dinheiro do MKO pensa que os membros dessa organização são defensores da democracia no Irã (pt, Irão), deverá passar revista aos personagens que essa banda terrorista assassinou antes de fugir do país persa; ou considerar aos norte-americanos que que foram posteriormente assassinados por esse grupo, precisou, além de ter acrescentado: “o MKO é extremista radical. Recorre a qualquer coisa ou pessoa para conseguir seus objetivos”. Continue Reading →

Grupo terrorista Jundallah foi treinado pelo Mossad, com ajuda da CIA e MI6, para cometer atentados no Irã.

Agentes do Mossad –a agência de inteligência do estado sionista de Israel– recrutaram membros de um grupo de mercenários do Paquistão chamado Jundallah para realizar assassinatos e ataques contra o governo de Irã (pt Irão), segundo informou a revista Foreign Policy, que cita vários memorandos da CIA datados de 2007 e 2008.

O jornalista Mark Perry informou de que a operação do Mossad foi realizada entre esses dois anos, nos quais os agentes israelenses (pt, israelitas) realizaram o recrutamento de assassinos a soldo com a ajuda da CIA e do MI6, o serviço de inteligência britânico.

Jundallah é um grupo ativo desde 2005 que realizou vários ataques contra Irã (pt, Irão) e assassinou diversos membros do governo do país persa. Existem diversas evidências de que este grupo terrorista esteja ligado à al-Qaeda. Continue Reading →

Presidente do Irã, Ahmadineyad: Palestina é tema primordial no mundo.

O presidente da República Islâmica do Irã (pt. Irão) declarou esta semana que o processo de judeização de al-Quds (Jerusalém oriental), lançado pelo regime sionista de Israel, demonstra a contínua política expansionista deste regime para dominar a região  .  

Ahmadineyad, durante um encontro realizado em Teerã (pt. Teerão), capital iraniana, com o presidente do Grupo Parlamentário de Amizade Turquia-Palestina, Murad Yildirim, realçou que os imperialistas tentam afastar a “sagrada al-Quds” da sua identidade islâmica.   Continue Reading →

Conflito em Israel: Reino Unido, França, Alemanha e Portugal condenam as colônias israelenses na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental.

O Reino Unido, França, Alemanha e Portugal – os membros da União Europeia dos 15 lugares do Conselho de Segurança da ONU (Alemanha e Portugal são membros rotativos, o Reino Unido e a França são membros permanentes) apresentaram hoje (20 de dezembro de 2011) uma declaração conjunta sobre o conflito em Israel exigindo que este país pare com a construção de colônias em Jerusalém Oriental e na Cisjordânia.

Continue Reading →

Turquia e Israel: Erdogan e o estado sionista.

[…] Quando em 2009 Erdogan abandonou encolerizado um debate público com o presidente israelita (br. israelense) em Davos, converteu-se instantaneamente no herói de árabes e muçulmanos. Eu próprio lhe dediquei um artigo elogiando a sua coragem e valentia em favor do povo palestiniano (br. palestino) que acabava de viver o massacre de Gaza pelo exército israelita (br. israelense) [1]. Posteriormente, o episódio da Flotilha da Liberdade que custou a vida a nove cidadãos turcos em maio de 2010 amargurou as relações entre os dois países e a situação chegou a quase ruptura de relações. Mas, que se passa realmente com as relações entre Turquia e Israel? De facto, a posição de Erdogan relativamente a Israel estava clara desde a sua chegada ao poder. Contrariamente ao seu predecessor islamista Erbakan, não discutia a aliança de Turquia e Israel [2]. Recordemos que em 1996 Erbakan negou-se a ratificar um acordo de cooperação com o governo sionista e decidiu suspender umas manobras navais turco-israelitas contrariamente à opinião dos seus militares.

Continue Reading →

Israel e países do Golfo Pérsico: aliança de conveniência?

Este recente artigo, publicado pelo The Washington Post, refere-se às “alianças de conveniência” no Médio-Oriente entre os estados Árabes do Golfo Pérsico e Israel. Todas as alianças são “alianças de conveniência”, mas o que o autor desse artigo não entende é que os estados do Golfo Pérsico ficariam muito satisfeitos de normalizarem as relações com Israel. Este foi um dos tópicos da Iniciativa Árabe pela Paz de 2002.

Continue Reading →

Deputado judeu iraniano: “Os judeus no Irã gozam de total liberdade”

Maurice Mootamed, deputado judeu no Parlamento do Irão (Irã) declarou em Moscovo: “Os judeus no Irã, tal como o resto dos seus compatriotas, orgulham-se de que os cientista iranianos tenham conseguido aceder à tecnologia nuclear para fins pacíficos.”

Mootamed, durante uma visita à Rússia para assistir ao simpósio “Islão (Islã) e judaísmo, panorama de cooperação e diálogo”, reiterou novamente durante uma conferência de imprensa: “As pressões políticas não modificarão a vontade do povo iraniano na sua decisão de explorar a energia nuclear civil.”

Mootamed referiu-se a Irão (Irã) como um “berço da história da civilização” e como “lugar de confluência de religiões e nacionalidades que convivem livremente e gozam de justiça.” Continue Reading →

Conclusões do Sínodo dos Bispos para o Médio-Oriente

sinodo bispos 2010Fonte:sionismo.net

Mais de cento e oitenta prelados e membros de outras religiões participaram na Assembleia Geral do Sínodo dos Bispos para o Médio-Oriente, presidida pelo Papa Bento XVI, realizado no Vaticano, entre 10 e 24 de Outubro passado.

Na mensagem final do Sínodo, os Bispos pediram que a ONU promova as medidas necessárias para pôr termo à ocupação dos diferentes territórios árabes segundo o mandato das resoluções do Conselho de Segurança”. Continue Reading →

Israel suspende as relações com a UNESCO

UNESCOIsrael suspende as relações com a UNESCO em virtude das discrepâncias sobre a propriedade de vários santuários em Cisjordânia, comunicou Ashley Perry, porta-voz do vice-ministro israelita de Assuntos Exteriores Danny Ayalon.
Referiu Ashley: “Israel suspendeu todas as relações com a Unesco. Existe um forte vínculo entre o Estado Hebraico e as obras do seu património histórico que os organismos internacionais recusam reconhecer. Israel não pode tolerar essa situação”. Continue Reading →

Bombardeio em Bagdad.

Parti Anti Sioniste LogotipoO partido Anti-Sionista francês (P.A.S.) culpa Israel pelo bombardeio ocorrido em 31 de Outubro passado contra a Catedral de Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, donde resultaram 58 mortos e 78 feridos.

Comunicado de Yahia Gouasmi, Presidente do P.A.S.:

O Partido Anti Sionista condena veementemente este ataque. Este tipo de agressão contra uma comunidade religiosa era desconhecida no Oriente Médio antes da ocupação dos EUA, que pretende apenas despertar e desenvolver ódios religiosos. Continue Reading →