Sionismo, Israel, Mossad e terroristas na Síria.

São muitas as notícias que ultimamente aparecem nos meios de comunicação de todo o mundo sobre o envolvimento dos serviços secretos de Israel – Mossad – no recrutamento e envio de terroristas para Síria.

O diário argelino ‘Al-Fadjr’, na sua edição de 20 de junho de 2013, revelou que grupos extremistas financiados pelo Mossad, estão recrutando jovens argelinos para enviá-los a Síria para combaterem juntamente com outros grupos terroristas, incluindo Al-Qaeda. Estes grupos terroristas espalham o terror junto da população civil e lutam contra as forças governamentais do presidente Bashar al-Asad.

Segundo o citado diário, as forças de segurança argelinas realizaram investigações junto dos elementos radicais que ultimamente estão entrando pelas fronteiras desse país e descobriram que os serviços secretos de Israel – Mossad – estavam reunindo voluntários para os enviar a combater em Síria. 

Mossad e terroristas na Síria

Também as autoridades de Marrocos acabem de revelar que centenas de jovens partiram daquele país para se reunirem com as bandas armadas que operam em Síria.

São já dezenas de milhares os mercenários estrangeiros em Síria, oriundos de 46 países.

Esta boa relação entre o Mossad e terroristas na Síria não é novidade para ninguém. Não será por acaso que o regime sionista nunca foi alvo de ataques dessa banda terrorista… Também têm sido frequentes as mensagens de agradecimento de alguns grupos armados na Síria a Israel.

Recentemente, um grupo terrorista deu o seu aval à intervenção das forças israelenses (israelitas, em português europeu) no país árabe.

Abu Yafar, porta-voz dum grupo armado que espalha o terror em Síria, declarou ao canal “Al Yazira” que a sua banda deu luz verde para a entrada das forças armadas de Israel em Síria. Segundo o diário israelense Yediot Aharonot, esse grupo terrorista opera em Quneitra, entre Síria e os Montes Golã.

“Nós não lutaremos contra Israel”, declarou Abu Yafar.

No dia 19 de junho, o presidente de Israel, Shimon Peres, em entrevista à agência Reuters, apoiou a iniciativa dos EUA de fornecer armas aos grupos terrorista que operam na Síria. “os EUA não têm outra opção que armar os rebeldes”, declarou.

Em maio deste ano, Israel lançou um ataque com mísseis contra o centro de investigação científica de Jamraya, perto de Damasco. Anteriormente, a 30 de janeiro, o referido complexo foi alvo de um ataque aéreo israelense (israelita, em português europeu), do qual resultou a morte de duas pessoas e cinco outras ficaram feridas.

Vídeos relacionados: 

Shimon Peres defende intervenção militar da Liga Árabe na Síria

http://hyp.la/BCBGAJR

“http://pt.euronews.com/ O presidente de Israel defende que a ONU deve apoiar a Liga Árabe na criação de uma força militar que intervenha na Síria […]”

Síria – Detêm a 11 Soldados de Israel Ajudando a Terroristas – maio de 2013

Interessante vídeo, em idioma castelhano, sobre a detenção de um veículo militar israelense utilizado em guerra de comunicações em Síria:

http://hyp.la/BCBGAAG

“Segundo estes meios de comunicação, o veículo militar israelense detido serve para controlar a comunicação e para interferir nos sinais inalâmbricos.[…]”

Fontes:

http://hispantv.com/detail/2013/06/20/229737/mossad-recluta-jovenes-argelinos-enviar-siria

http://hispantv.com/detail/2013/06/21/229772/terroristas-siria-piden-apoyo-israel

http://hyp.la/BCBGAJR

http://hyp.la/BCBGAAG

, ,

No comments yet.

Deixe uma resposta