Genocídio em Palestina: Comité Internacional de Direitos Humanos Islâmicos acusa Israel de procurar o extermínio de Gaza

Como na Operação Chumbo Fundido de 2009, o estado sionista planeia um novo extermínio e genocídio contra Gaza.
O Comité Internacional de Direitos Humanos Islâmicos “Faisal Sergio Tapia”, denuncia perante a comunidade internacional que Israel planeia y executar um novo plano de extermínio contra a Faixa de Gaza, como em 2009, um novo Genocídio Palestino, massacrando crianças e mulheres, violando os direitos humanos da nação palestina, usurpada e ocupada pelo exército de ocupação israelense (pt, israelita). […]

Ler artigo completo...
bandeira de Israel

Racismo sionista: “Nenhum serviço médico para os palestinos”

Um rabi extremista aconselha os médicos israelenses (pt, israelitas) para que não atendam doentes palestinos [pt, palestinianos). 

O racismo dos judeus residentes nos territórios ocupados de Palestina aumenta, segundo Demetri Deliani, importante membro do movimento palestino (pt, palestiniano) “Al Fatah“. 

Ufadia Yusef, rabi extremista israelense (pt, israelita) e presidente do movimento extremista “Shas”, declarou que os médicos israelenses (pt, israelitas) não devem prestar serviços médicos nos sábados (durante o Sabbat) aos palestinos (pt, palestinianos) que não sejam judeus, porque contraria a lei judaica.

“Nem sequer a gravidade do caso justificaria prestar atendimento médico aos palestinos”, segundo o referido rabi. […]

Ler artigo completo...
Israel no criticism allowed

Política belicista israelense. Soam confusos tambores de guerra.

Autor: José Carlos García Fajardo

Sempre a mesma história, o uso incorreto das palavras: judeu, hebreu e israelita apresentados como sinónimos. Israelitas são os cidadãos do Estado de Israel. No Estado de Israel –que alguns se empenham em denominar “judeu”- vivem israelitas: uns são judeus e outros não. Os israelítas judeus, uns são de extrema-direita, ortodoxos cheios de privilégios (não pagam impostos, os que estudam em escolas rabínicas não cumprem o serviço militar obrigatório, e dedicam-se a impor as suas tradições) e outros são israelitas judeus progressistas, de esquerda, liberais e cosmopolitas. Outros são judeus israelitas agnósticos ou ateus e israelitas árabes, muçulmanos, cristãos ou drusos. […]

Ler artigo completo...
Mateus Soares de Azevedo

O que são o Judaísmo, anti-semitismo e sionismo?

Novamente se reabriu o debate sobre o anti-semitismo, anti-sionismo e judaísmo. A propaganda sionista, apoiada pelo “terrorismo mediático” dos principais meios de comunicação, manipulados pelo sanctum sanctorum do governo sionista através dos tentáculos internacionais da MOSSAD, não tem poupado esforços para acusar o poeta e Prémio Nobel da Literatura Günter Grass de anti-semita por este ter cometido o “crime” de ousar qualificar o estado sionista de Israel como uma ameaça para a paz mundial.

A cartilha da propaganda sionista aconselha a acusar de anti-semita  todos os personagens conhecidos que tenham cometido o “sacrilégio” de denunciar publicamente os crimes de guerra, violações dos direitos humanos e outras monstruosidades praticadas pelo estado sionista. Paradoxalmente, até indivíduos judeus são acusados de anti-semitas, como é o caso de Noam Chomsky, Norman Filkenstein e Shlomo Sand

Ler artigo completo...
Armas de grupo terrorista do MOSSAD

Rede terrorista do MOSSAD desmantelado no Irã.

Os Serviços de Inteligência da República Islâmica do Irã (pt, Irão) informaram hoje sobre a detenção de membros de uma rede terrorista do MOSSAD, pertencente ao regime sionista.

Graças aos esforços e seguimentos nocturnos realizados pelas forças de Inteligência iranianas, foi possível descobrir uma das maiores redes terroristas e de sabotagem do regime israelense (pt, israelita), além de identificar alguns dos seus núcleos operacionais. […]

Ler artigo completo...
apartheid

O apartheid como ferramenta para a sobrevivência sionista.

Se alguém pretende entender o regime de Apartheid que existe nos Territórios Ocupados da Palestina, a realidade é a única evidência necessária.

Atualmente os palestinos (pt, palestinianos) necessitam documentos especiais – visados – para visitar a sua capital Jerusalém, para entrar na Palestina histórica, como a Akka ou Haifa, ou até no interior de Cisjordânia, se querem trabalhar nos assentamentos ou nas áreas que ficaram entre o Muro e a Linha Verde.

Enquanto isso, os colonos que vivem na Cisjordânia não necessitam essas autorizações. Aqui a discriminação entre os primeiros e os segundos é evidente.

Ler artigo completo...
Gunter Grass em casa

Günter Grass, prémio Nobel da literatura, ataca Israel com versos.

O escritor alemão e galardoado com o prémio Nobel da Literatura Günter Grass qualificou o estado sionista de Israel como uma ameaça para a paz mundial num poema intitulado O que há que dizer.

“Não continuarei calado pois estou farto da hipocrisia do Ocidente”, diz um dos versos da obra de Grass, publicado no diário alemão Süddeutsche Zeitung.

Ler artigo completo...
Conferência de Evian

O mito do anti-fascismo sionista.

Autor: Roger Garaudy
Fonte: Mundo Árabe
Tradução: Sionismo.net

“Em 1941, Itzac Shamir cometeu um crime imperdoável, desde um ponto de vista moral: recomendar uma aliança com Hitler, com a Alemanha nazi contra Inglaterra.” (Bar Zohar, Ben Gurión, O Profeta armado, Paris, 1966, p. 99)

Quando começou a guerra contra Hitler, a quase totalidade das organizações judaicas colocaram-se ao lado dos aliados e incluso alguns dos seus dirigentes mais destacados, como Weizmann, tomaram partido pelos aliados, mas o grupo sionista alemão, que naquela época era bastante minoritário, adoptou uma atitude inversa e de 1933 a 1941 esteve vinculado a uma política de compromisso e de colaboração com Hitler. […]

Ler artigo completo...
Immanuel Wallerstein 2008

Israel: fantasias e realidades.

Autor: Immanuel Wallerstein
Fonte: La Jornada
Tradução: Sionismo.net

O primeiro-ministro do estado sionista, Benjamin Netanyahu, visitou os Estados Unidos em princípios de março de 2012. Declarou, uma vez mais, que um Irã (pt. Irão) com energia nuclear implicaria uma ameaça existencial para Israel, para além de que Israel se reservaria o direito de, no momento apropriado, tomar acções para combater isso.

O presidente Obama expressou, com vigor equivalente, que concordava, que um Irã (pt, Irão) nuclear implicaria uma ameaça existencial para Israel e que os Estados Unidos não aceitariam isso, mas que a sincronia proposta por Netanyahu não era correcta. As acções não militares contra Irã deveriam primeiro esgotarem-se antes de pensar em outras acções. […]

Ler artigo completo...
Terroristas do MKO

A agência sionista de inteligência Mossad patrocina o grupo terrorista MKO.

Fonte: HispanTV
Tradução: sionismo.net

A agência de Inteligência do regime sionista israelense (pt, israelita), o Mossad, financia a banda terrorista Muyahedin-e Jalgh (MKO) a troca de atentados que realizados contra a nação iraniana, declarou Richard Silverstein, analista político norte-americano.
 
O especialista afirmou que o MKO paga aos serviços norte-americanos para obter o seu apoio e para que falem em seu nome. O dinheiro provêm do Mossad, sob a condição sine qua non de o MKO executar atentados contra o povo e governo iraniano. […]
Ler artigo completo...
palestinos (palestinianos)

Amnistia Internacional: Israel deslocará 2.300 palestinianos para um aterro sanitário em Jerusalém.

Fonte: ContraInjerencia
Tradução: Sionismo.net

Israel obrigará cerca de 2.300 beduínos residentes na Cisjordânia a deslocarem-se para uma zona junto da lixeira municipal de Jerusalém, no âmbito de planos militares promovidos pelo Ministério da Defesa do governo sionista, que foi hoje denunciado pela Amnistia Internacional. 

A referida organização de direitos humanos publicou um relatório em que pede ao ministro da Defesa, Ehud Barak, que detenha os referidos planos, que também incluem demolições de 20 comunidades, que afetarão casas, cozinhas, retretes públicas, cobertas para animais e duas escolas primárias. 

Ler artigo completo...

Soldados israelenses passam tractor sobre as pernas de um trabalhador para impedirem os palestinos de construírem nas suas terras (ocupadas).

Autor: Philip Weiss
Tradução: Sionismo.net
Fonte: Mondoweiss

Hoje é Sabbath e eu rezo com todo o meu coração para que os sionistas norte-americanos vejam estas fotografias e me digam como uma ideologia de separativismo judaico que tem privado a milhões de palestinos (pt. palestinianos) dos seus direitos pode ser justificada nos dias de hoje.
Dois dias atrás, um bravo e nobre palestino (pt. palestiniano), abaixo fotografado, estava construindo uma casa na Cisjordânia ocupada, quando foi informado por soldados israelenses (pt, israelitas) que não podia construir nas suas terras. Isto ocorreu na vila de al-Dirat, perto de Hebron – Área C, sob controle de Israel. 
O homem recusou-se a mover e os soldados sionistas passaram um tractor por cima das suas pernas. […]

Ler artigo completo...

Apartheid: leis racistas e discriminatórias do estado sionista de Israel afetam a um número cada vez maior de famílias palestinas.

Palestina en el corazón
Tradução: sionismo.net

Mesmo que por um momento nos esquecesse-mos da ocupação do território da Palestina por parte de Israel, teríamos razões de sobra para acusar esse país de instaurar um regime de apartheid dentro das suas próprias ‘fronteiras’ (entendendo por estas a Linha Verde do Armistício de 1949, com toda a controvérsia que desperta, mas que é o consenso alcançado até agora pela comunidade internacional sobre um país criado faz 64 anos que continua recusando definir suas fronteiras definitivas, porque pretende apropriar-se da totalidade da Palestina histórica).[…]

Ler artigo completo...
Jundallah flag

Grupo terrorista Jundallah foi treinado pelo Mossad, com ajuda da CIA e MI6, para cometer atentados no Irã.

Agentes do Mossad –a agência de inteligência do estado sionista de Israel– recrutaram membros de um grupo de mercenários do Paquistão chamado Jundallah para realizar assassinatos e ataques contra o governo de Irã (pt Irão), segundo informou a revista Foreign Policy, que cita vários memorandos da CIA datados de 2007 e 2008.

Ler artigo completo...
Captain Israel - Capitão Israel

Capitão Israel: comics racista do grupo sionista dos EUA StandWithUs.

A nova criação do violento grupo sionista norte-americano StandWithUs é o herói de banda desenhada (br. histórias aos quadrinhos) Capitão Israel, uma exaltação da supremacia do nacionalismo judaico militante e masculinidade, que se apropriou descaradamente de antigos símbolos religiosos judaicos. StandWithUs é uma organização judaica abertamente racista. Eles deram-nos uma nova versão da já antiga história do Novo Homem-sionista.

Ler artigo completo...
Grupo Parlamentar de Amizade Turquia-Palestina com Mahmud Ahmadineyad

Presidente do Irã, Ahmadineyad: Palestina é tema primordial no mundo.

Fonte: HispanTV
Tradução: sionismo.net

O presidente da República Islâmica do Irã (pt. Irão) declarou esta semana que o processo de judeização de al-Quds (Jerusalém oriental), lançado pelo regime sionista de Israel, demonstra a contínua política expansionista deste regime para dominar a região  .  

Ler artigo completo...
Mohammad Bakri

Mohamed Bakri, realizador de “Jenin, Jenin”: o cineasta palestiniano que queria ser Gandhi.

Autor: Antonio Salas
Tradução: sionismo.net
Fonte: “El Palestino”

A polêmica que persegue a Mohamed Bakri deve-se aos seus dois documentários de denúncia social sobre a situação na Palestina: “1984” e, sobretudo, “Jenin, Jenin“, onde Bakri denuncia a situação que sofreu o campo de refugiados de Jenin pelas tropas israelitas (br. israelenses) em 2002. Devido a este documental, cuja exibição foi proibida em Israel, Bakri recebeu uma brutal perseguição pública e diversas denúncias que lhe obrigaram a defender-se nos tribunais. […]

Ler artigo completo...
UN Security Council chamber

Conflito em Israel: Reino Unido, França, Alemanha e Portugal condenam as colônias israelenses na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental.

Fonte: sionismo.net

O Reino Unido, França, Alemanha e Portugal – os membros da União Europeia dos 15 lugares do Conselho de Segurança da ONU (Alemanha e Portugal são membros rotativos, o Reino Unido e a França são membros permanentes) apresentaram hoje (20 de dezembro de 2011) uma declaração conjunta exigindo que Israel pare com a construção de colónias em Jerusalém Oriental e na Cisjordânia.

Ler artigo completo...
Retrato de Herzls sobre Ben Gurion

Os Republicanos querem Jerusalém? Herzl prometeu ao Papa, ao Kaiser e ao Sultão deixá-la fora do Estado judaico.

Autor: Philip Weiss
Tradução: sionismo.net

Os candidatos republicanos às eleições presidenciais dos EUA têm prometido, um após o outro, mover a embaixada norte-americana em Israel para Jerusalém; e o primeiro-ministro direitista de Israel, Netanyahu, declarou Jerusalém como capital eterna e indivisível do estado judaico.
[…] Tal como assinalei anteriormente, o jornalista e dramaturgo húngaro-austríaco Theodor Herzl (1860-1904), fundador do sionismo político, prometeu a diversos líderes mundiais que Jerusalém seria internacionalizada, no caso dos judeus possuírem a Palestina.

Ler artigo completo...