Tag Archives | Irã

Israel: fantasias e realidades.

O primeiro-ministro do estado sionista, Benjamin Netanyahu, visitou os Estados Unidos em princípios de março de 2012. Declarou, uma vez mais, que um Irã (pt. Irão) com energia nuclear implicaria uma ameaça existencial para Israel, para além de que Israel se reservaria o direito de, no momento apropriado, tomar acções para combater isso.

O presidente Obama expressou, com vigor equivalente, que concordava, que um Irã (pt, Irão) nuclear implicaria uma ameaça existencial para Israel e que os Estados Unidos não aceitariam isso, mas que a sincronia proposta por Netanyahu não era correcta. As acções não militares contra Irã deveriam primeiro esgotarem-se antes de pensar em outras acções. Continue Reading →

A agência sionista de inteligência Mossad patrocina o grupo terrorista MKO.

 A agência de Inteligência do regime sionista israelense (pt, israelita), o Mossad, financia a banda terrorista Muyahedin-e Jalgh (MKO) a troca de atentados realizados contra a nação iraniana, declarou Richard Silverstein, analista político norte-americano.

O especialista afirmou que o MKO paga aos serviços norte-americanos para obter o seu apoio e para que falem em seu nome. O dinheiro provêm do Mossad, sob a condição sine qua non de o MKO executar atentados contra o povo e governo iraniano.
 
Se quem recebe o dinheiro do MKO pensa que os membros dessa organização são defensores da democracia no Irã (pt, Irão), deverá passar revista aos personagens que essa banda terrorista assassinou antes de fugir do país persa; ou considerar aos norte-americanos que que foram posteriormente assassinados por esse grupo, precisou, além de ter acrescentado: “o MKO é extremista radical. Recorre a qualquer coisa ou pessoa para conseguir seus objetivos”. Continue Reading →

Grupo terrorista Jundallah foi treinado pelo Mossad, com ajuda da CIA e MI6, para cometer atentados no Irã.

Agentes do Mossad –a agência de inteligência do estado sionista de Israel– recrutaram membros de um grupo de mercenários do Paquistão chamado Jundallah para realizar assassinatos e ataques contra o governo de Irã (pt Irão), segundo informou a revista Foreign Policy, que cita vários memorandos da CIA datados de 2007 e 2008.

O jornalista Mark Perry informou de que a operação do Mossad foi realizada entre esses dois anos, nos quais os agentes israelenses (pt, israelitas) realizaram o recrutamento de assassinos a soldo com a ajuda da CIA e do MI6, o serviço de inteligência britânico.

Jundallah é um grupo ativo desde 2005 que realizou vários ataques contra Irã (pt, Irão) e assassinou diversos membros do governo do país persa. Existem diversas evidências de que este grupo terrorista esteja ligado à al-Qaeda. Continue Reading →

Presidente do Irã, Ahmadineyad: Palestina é tema primordial no mundo.

O presidente da República Islâmica do Irã (pt. Irão) declarou esta semana que o processo de judeização de al-Quds (Jerusalém oriental), lançado pelo regime sionista de Israel, demonstra a contínua política expansionista deste regime para dominar a região  .  

Ahmadineyad, durante um encontro realizado em Teerã (pt. Teerão), capital iraniana, com o presidente do Grupo Parlamentário de Amizade Turquia-Palestina, Murad Yildirim, realçou que os imperialistas tentam afastar a “sagrada al-Quds” da sua identidade islâmica.   Continue Reading →

Turquia e Israel: Erdogan e o estado sionista.

[…] Quando em 2009 Erdogan abandonou encolerizado um debate público com o presidente israelita (br. israelense) em Davos, converteu-se instantaneamente no herói de árabes e muçulmanos. Eu próprio lhe dediquei um artigo elogiando a sua coragem e valentia em favor do povo palestiniano (br. palestino) que acabava de viver o massacre de Gaza pelo exército israelita (br. israelense) [1]. Posteriormente, o episódio da Flotilha da Liberdade que custou a vida a nove cidadãos turcos em maio de 2010 amargurou as relações entre os dois países e a situação chegou a quase ruptura de relações. Mas, que se passa realmente com as relações entre Turquia e Israel? De facto, a posição de Erdogan relativamente a Israel estava clara desde a sua chegada ao poder. Contrariamente ao seu predecessor islamista Erbakan, não discutia a aliança de Turquia e Israel [2]. Recordemos que em 1996 Erbakan negou-se a ratificar um acordo de cooperação com o governo sionista e decidiu suspender umas manobras navais turco-israelitas contrariamente à opinião dos seus militares.

Continue Reading →