7 responses

  1. Marcos
    17/06/2013

    Gostaria que se explorasse mais o fato de que na II Guerra Mundial a Suissa ficou neutra obviamente porque os banqueiros sionistas financiavam os dois lados da guerra. Uma outra questão importante é a ligação estreita do sionismo com o nazismo para impedir que judeus fugissem do destino dos campos de concentração e o papel de Stalin dentro desse plano, expulsando os judeus para a Europa dominada por Hitler.
    E mais atualmente como o modus operandi sionista está presente no recrudescimento da violência policialesca de Países e estados de várias partes do mundo inclusive no Brasil onde se vê em SP especificamente uma violência típica de um governo assessorado por sionistas. É preciso investigar mais profundamente as atuais relações dos sionistas e seus agentes nas atuais políticas da América Latina tentando desestabilizar a região para posterior promoção de um processo de endividamento e guerra. O capital financeiro tem a mídia quase que totalmente sob seu controle e se não fosse a internet já teriam atingido o seu intento de dominação escravagista.

    Responder

  2. Silvio
    08/09/2013

    Os sionistas não financiavam o nazismo.
    Muito se fala sobre isso mas pouco se prova.

    Responder

  3. jose maria dos santos
    04/12/2013

    Bem. O Sionismo foi criado e tomou força após o período pós II Guerra Mundial, devido aquele caos do Holocausto. Agora, o Sionismo é de agora, porém, a nação de Israel não. Se há uma nação que tem um fundo histórico riquíssimo, esta nação é Israel. A sua marcha, a sua caminhada até aqui, vem de longe, e é uma das poucas nações mais velhas da Terra, com 4.000 mil anos de existência. Se há uma nação com esse Histórico e currículo, e que tem uma narração histórica dentro do Livro mais lido no Mundo de toda a história da humanidade, que é a Bíblia, a Palavra de Deus. Essa nação de Israel, não é uma invenção sionista moderna, e nem uma usurpação geopolítica, como muitos querem supor que seja essa proposta de Israel. Olhem com atenção para a história da humanidade, se encontrarão uma nação que sobreviveu por mais de 4.000 mil anos de flagelos, humilhações, desatinos, horrores e expulsão de seu território. E você acha que isso é uma proposta ilusória desta nação, de ter o seu espaço territorial adquirido? Faça uma leitura com diligencia no Livro de Romanos capitulos 9, 10 e 11; você entenderá que está por detrás desta pequeníssima nação. Olhem e atente para os escritos dos Profetas Velho-Testamentário onde unânimes falam sobre a SUPREMACIA de Israel no Milênio, onde o seu MESSIAH reinará universalmente por 1.000 anos literais sobre essa terra. Esse povo de Israel, foi, é e será a menina dos olhos de Deus. Então, NINGUÉM, se atreva a mexer com esse GRÃO DE MOSTARDA, pois, o seu Viticultor é Deus, O TODO PODEROSO. (João 15.1). Olhe para o que diz o Profeta Zacarias 8.23 que diz: “Naquele dia sucederá que pegarão dez homens de todas as línguas das nações, pegarão da veste de um JUDEU, e lhe dirão: Iremos convosco, porque temos ouvido que Deus está convosco(Emanuel)”. Quem é esta nação? Que povo será esse? Quem pegarão nas vestes de um judeu para ir adorar o MESSIAH em Jerusalém? As Escrituras não mentem, porque Deus não é homem para mentir. O que Deus disse, isso se cumprirá cabalmente sobre essa Terra. (Lêr: Daniel 9 – 12; Mateus 24; II Tessalonicenses 2; Apocalipse 12,13). Shalon Adonai.

    Responder

    • admin
      05/01/2014

      Caro Sr. José Maria dos Santos,
      O Antigo Testamento não é um texto factual.
      E mesmo que o fosse, não justificaria as atrocidades e crimes do regime sionista.

      Responder

    • Roberto
      01/08/2014

      A bíblia não foi totalmente inspirada por Deus. Foi muito alterada e contém muito texto feito por homens de acordo com seus interesses. Esse povo de Deus que você fala aí está promovendo um massacre de grandes proporções. São terroristas e serão punidos pela justiça de Deus.

      Responder

  4. Josef S Mendes
    11/05/2014

    Desculpe estar aqui a comentar […]

    (Nota da redação: parte deste comentário, escrito por Josef S Mendes, agente sionista, foi eliminado por contrariar as normas de publicação de comentários deste site)

    Responder

  5. MZ
    28/12/2014

    O judaísmo sempre foi uma religião do apartheid …seu deus dos exércitos(Ares?)toda a sua mitologia(estórias) virulenta e alimentada por uma megalomania nacionalista e racista(arianista:sangue puro: só é judeu quem é filho de judia) judaísmo é um povo ou uma raça?Judaísmo não é apenas uma religião?…
    ….narcisismo extremista…estupidez total……..o sionismo foi fundamentado na mitologia judaica(apesar de haverem judeus não sionistas)…..do contráriao não seria um sucesso…..por fim tudo não passa de máscaras para esconder e justificar crimes ,redes mercantis, e o poder financeiro/político de uma pequena elite banqueira que há muitos séculos extremamente organizados (endogamia/dinastias) dominam o globo.

    Responder

Leave a Reply

 

 

 

Back to top